• Raísa Borges de Castro

Avanço das alergias


Atualmente, as doenças alérgicas constituem uma questão de saúde pública, acometendo em torno de um bilhão de pessoas no mundo. No Brasil, estima-se que em torno de 30% da população seja acometida por uma ou mais doenças alérgicas.


O alergista e imunologista é um especialista diferenciado, que, embora seja especializado em uma área específica do saber médico, a prática clínica o coloca próximo de clínicos, pediatras e geriatras, uma vez que presta assistência a pacientes de todas as faixas etárias e exige o domínio da abordagem integral do paciente, pois as doenças alérgicas e imunológicas apresentam um amplo espectro de manifestações clínicas acometendo diversos órgãos e aparelhos e, frequentemente, os pacientes apresentam duas ou mais condições alérgicas concomitantes.


A evolução na compreensão da regulação do sistema imune e dos mecanismos celulares e moleculares envolvidos nas desordens alérgicas levou à identificação de fenótipos e endótipos, possibilitando a perspectiva do tratamento personalizado - medicina de precisão. Essa evolução proporcionou tratamentos alérgicos individualizados e com menos efeitos colaterais garantindo melhor qualidade de vida ao paciente bem como da família.


As doenças que o alergista imunologista pode ajudar:

Asma

Rinite e rinossinusite alérgicas

Alergias oculares e conjuntivites alérgicas

Alergias alimentares

Esofagite eosinofílica

Alergia a insetos (abelha, vespa e formiga)

Alergia a látex

Urticaria e angioedemas

Angioedema hereditário

Dermatite atópica

Dermatite de contato

Mastocitose sistêmica e cutânea

Reação vacinal

Imunodeficiências primárias e secundárias

Candidíase e herpes de repetição

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo